Noa, a Menina do Baú

O 4º volume da Colecção de Livros Expressões em Terapia, intitulado, “Saúde em Expressão”, já foi publicado e está disponível para ser comprado online (Bertrand, Tuttirev e Vivenciarte).  Eu colaborei com dois artigos e um deles é “Noa, a menina do Baú”, história que escrevi para contar o Processo Psicoterapêutico com uma menina Autista.

Aqui fica o inicio deste conto, com um poema que escrevi, após ter lido um trabalho muito bonito, de um musicoterapeuta que criou poesia sobre meninos autistas. Eu escrevi sobre (e para) Noa!

Dedicado a Noa, que me inspirou e me fez acreditar

Noa

Guardiã de um silêncio único.
Vivia num Mundo Longínquo,
construído num Baú impenetrável!
Ninguém poderia entrar….

Sabia chorar, sabia brincar, cantar e rir!
Não queria olhar nos olhos, mas sentia…
não escutava, nem respondia!
Contaram-me que no seu Mundo,
as casas não tinham janelas
e que não havia vizinhos!
Contaram-me que estes meninos
se mantinham sem expressão,
as 24 horas do dia.
Contaram-me tantas coisas…

Eu, quis ver com os meus próprios olhos…
Diante de Ti, fixei os pés no chão,
Fiz presente estes nossos corpos,
Algures entre o Céu e a Terra,
E assegurei-me que partilhávamos o mesmo espaço,
Ambas de olhos postos no mesmo Baú!

Texto_Lisa Bompastor
Ilust_Fernando Oliveira

https://lisabompastor.wordpress.com/publicacoes/

Anúncios

2 thoughts on “Noa, a Menina do Baú

  1. Eu conheço muito bem esta menina “Noa” e é tal e qual a descrição, Parabéns!

Os comentários estão fechados.